Vectura SoftSwitch

O Vectura SoftSwitch é um controlador de chamadas utilizado em redes de comunicação de nova geração baseadas na tecnologia de voz sobre IP (VoIP).
A função de controlador de chamadas é exercida de diversas formas e com diferentes protocolos de controle, permitindo que o equipamento possa se comportar como:

  • Controlador de Media Gateways e de Access Gateways: Nesses casos a função é conhecida por Media Gateway Controller (MGC), Media Gateway Control Function (MGCF)ou Mobile Switching centre Server (MSS). Suporta os protocolos MGCP e H.248.
  • Controlador do roteamento de chamadas e de serviços a terminais: Nesses casos a função é conhecida como Back-to-back User Agent (B2BUA), SIP Proxy Server ou SIP Server. Suporta os protocolos SIP, SIP-T e SIP-I.

Para o interfuncionamento com a rede TDM legada, o Vectura SoftSwitch suporta diversos protocolos de sinalização, tais como SS7 (sinalização por canal comum número 7), V5.2, PRI (sinalização Q.931 – acesso primário) e R2. Para a sinalização SS7, suporta transporte através de MTP, usando troncos E1 tradicionais, ou através de SIGTRAN (M2PA, M2UA, M3UA, IUA, V5UA).
Pode assumir a função de controlador de chamadas classe 4 (função trânsito) ou classe 5 (controle de Access Gateways e terminais de usuários individuais), tanto com os protocolos SIP quanto MGCP/H.248. Na função de controlador classe 5, é capaz de oferecer todos os serviços suplementares aos assinantes, tal qual na rede TDM. Essa função denomina-se PES – PSTN Emulation Subsystem.
O Vectura SoftSwitch é capaz de interfuncionar uma chamada entre quaisquer dos protocolos de controle (SIP, MGCP e H.248), tornando-se um elemento fundamental para conectar o controle de chamadas da rede com as plataformas de serviço, sejam elas com o protocolo SIP, INAP ou CAMEL. Permite também aplicar serviços básicos sobre as chamadas, tais como portabilidade, serviços suplementares, serviços de black-list e white-list, sem necessidade de plataforma de serviços externa.
O Vectura SoftSwitch é capaz de suportar inúmeros perfis de protocolos ao mesmo tempo, com extraordinário poder de interoperabilidade. Perfil é uma variação de um protocolo, editada e associada a determinadas portas ou media gateways.
O Vectura SoftSwitch possui arquitetura modular com processamento distribuído, o que lhe confere extrema confiabilidade por meio de redundância N+1. Além da redundância do elemento de rede, o Vectura Softswitch suporta redundância geográfica, com partição de carga com outro equipamento.
Essa arquitetura modular permite que o Vectura SoftSwitch possa ser configurado desde capacidades pequenas até capacidades extremamente grandes, sem comprometimento do desempenho. É capaz de controlar até 600.000 assinantes e entroncar até 240.000 portas, com taxas de chamadas de até 35 MBHCA (milhões chamadas por hora), para o equipamento como um todo, e até 20 KBHCA (Milhares de chamadas por hora) para um dado E1.